sexta-feira, 30 de março de 2012

Fundo Finlandês apoia projeto de Educação do IPC

O projeto Teatralizando a Educação, do IPC, foi selecionado no Edital de 2011/2012 do Fundo Finlandês de Cooperação Local - Embaixada da Finlândia. O projeto é um desdobramento das Oficinas de Teatro (foto) realizadas ano passado no IPC como parte de um projeto financiado pela Fundação Cultural de Curitiba em parceria com a GRAFO Audiovisual.
Teatralizando a Educação tem como principais objetivos ampliar a experiência sensorial de alunos com deficiência visual, de forma a potencializar o aprendizado da língua portuguesa (comunicação e expressão) e das operações matemáticas concretas, além de promover a socialização e criação de grupos inclusivos em espaços escolares e socioculturais. Os alunos terão acesso a oficinas que vão de produção e leitura de textos a aulas de desenho e expressão corporal.
Alunos com deficiência visual, de maneira geral, interagem pouco em ambientes escolares e socioculturais, onde ocupam o papel de ouvintes com poucas oportunidades de se expressar. Esse hiato no processo de socialização gera uma série de problemas que comprometem a trajetória acadêmica e social desse alunos. O projeto, através das técnicas de formação teatral, criará oportunidades para que esses jovens possam desenvolver habilidades cognitivas e intelectuais capazes de ampliar suas oportunidades de interação social e inclusão. Além de atender diretamente aos alunos, o projeto pretender envolver familiares e professores.
Estão previstas, ainda a sistematização e divulgação da metodologia e das estratégias implementadas, para que outras instituições voltadas para educação inclusiva, especialmente as que atendam pessoas com deficiência visual, possam fazer uso desse modelo e tecnologia.


terça-feira, 20 de março de 2012

IPC celebra convênio de cooperação com a FAPAR - Faculdade Paranaense

O IPC e a FAPAR assinaram, na tarde de hoje, convênio de cooperação técnica. No acordo caberá ao IPC realizar palestras e encontros que promovam e oriente sobre educação inclusiva e temáticas afeitas a acessibilidade.

Em contra partida, o IPC será campo de estágio supervisionado dos cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Contabilidade e Direito da FAPAR.

A FAPAR - Faculdade Paranaense é uma instituição tradicional, pertencente ao Grupo Objetivo de São Paulo com 80 faculdades no Brasil todo e mais de 360 mil alunos.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Reunião avalia Serviço de Apoio Itinerante

No último dia 16 de março, a Escola/Centro de Atendimento Educacional Especializado, mantido pelo IPC, promoveu um encontro para discutir o Serviço de Apoio Itinerante.

O apoio itinerante é prestado por um professor (a) especializado na área da deficiência visual, visando auxiliar as escolas no processo de inclusão dos alunos cegos e com baixa visão matriculados nos estabelecimentos de ensino da rede regular.

Os participantes discutiram três pontos:

a) A garantia do material adaptado (livros, textos, tabelas, mapas, etc. em braille e livros, textos e outros materiais com caractéris ampliados).

b) O apoio ou reforço escolar. Este serviço consiste no suporte que o Centro do IPC oferece aos alunos cegos que apresentam dificuldades de aprendizagem em alguma disciplina (matemática, português, história, etc.).

c) Os tipos e formas de assessoria que o professor itinerante pode prestar dentro da escola, buscando garantir que os alunos cegos tenham assegurados os recursos pedagógicos e professores preparados durante as suas aulas.
  
O IPC pretende proporcionar outros momentos como este, já que muitas dúvidas e esclarecimentos sobre a realidade dos alunos cegos, podem ser dirimidas nessas atividades pedagógicas.

Reunião discute obras na calçada do IPC

No último dia 14 de março, foi realizada no IPC, uma reunião com a presença de representantes da Secretaria de Obras da Prefeitura de Curitiba, da Secretaria Especial dos Direitos das Pessoas com Deficiência, do IPUC e do IPC. Na pauta,  a situação da calçadas no em torno da instituição.
Como resultado da reunião, saíram dois encaminhamentos: 
1 - fazer uma última revisão do projeto técnico, objetivando realizar os ajustes finais; e
2 - a Secretaria de Obras irá concluir o orçamento que já foi solicitado, com a intenção de verificar o custo financeiro das obras.
Além disso, outras duas conclusões também foram consenso: 1 - realmente existe a necessidade da realização das obras; e 2 - a necessidade de fazer dessas obras, um projeto piloto modelo em termos de acessibilidade, não apenas para as pessoas cegas.´

sexta-feira, 9 de março de 2012

IPC sedia lançamento do Selo Comemorativo da “ Fundação Dorina Nowill para Cegos ”

Dia 12 de março, o IPC sediará e participará do lançamento do Bloco Comemorativo - Emissão Especial "Fundação Dorina Nowill para cegos/SP" no Paraná. Os blocos comemorativos circularão em peças filatélicas e em correspondências por todo mundo. Será uma tiragem de 100 mil selos e duas estampas,  uma com o rosto de Dorina com uma técnica de relevo que possibilitará a identificação do seu semblante através de contato táctil e a outra estampa apresenta a imagem de um menino deficiente visual.  Na solenidade, marcada para às 15:00h, estarão presentes o Sr. Areovaldo Figueiredo, Diretor Regional dos Correios no Paraná, Ênio Rosa e Ana Valente, Diretor Executivo e a Coordenadora de Programas do IPC.

Reunião discutirá revitalização das calçadas do entorno do IPC.

Na próxima quarta-feira, dia 14, às 14h30m, na Secretaria de Obras da Prefeitura de Curitiba, haverá uma reunião, onde será discutido a revitalização das calçadas do em torno do IPC.

Estarão presentes os representantes do IPC, do IPUC, da Secretaria de Obras e da Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

O IPC, com a colaboração de uma arquitéta voluntária, já elaborou um projeto e apresentou ao município, propondo tal revitalização. Na opinião do Professor Enio Rodrigues, Coordenador Executivo do IPC, caso o projeto seja executado na sua integralidade, isso representará uma importante conquista e um avanço significativo, vez que facilitará muito as condições de locomoção das pessoas cegas nas proximidades da instituição.

segunda-feira, 5 de março de 2012

COEDE/PR se reúne para discutir Estatuto da Pessoa com Deficiência

Nas próximas quinta e sexta-feira, dias 08 e 09 de março o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência - COEDE/PR, estará novamente reunido. Na pauta, a discussão sobre a proposta do
estatuto da pessoa com deficiência do Estado do Paraná.
Durante os dois dias, os conselheiros vão sistematizar todas as propostas recebidas através da consulta feita pela internet. Na sequencia, elas serão incorporadas ao texto do estatuto ou descartadas.
Depois de aprovada, a nova proposta do estatuto será submetida outra vez a discussão, desta vez, porém, nas audiências públicas que serão realizadas em algumas regiões do Estado. As datas e locais dessas audiências ainda serão marcadas pelo COEDE.

domingo, 4 de março de 2012

Nós no País Imaginário

Alunos do Instituto Paranaense de Cegos fizeram uma visita mediada a exposição "País Imaginário" da artista paranaense Milla Jung no Museu da Fotografia do Solar do Barão. A visita que foi previamente programada pela Prof.ª de Arte Diele Fernanda, contou com a capacitação da equipe de mediação do museu para atender aos alunos. A exposição contou com 10 áudios de fotografias escolhidas pela artista que foram descritas com diferentes vozes. Situações, histórias, cenas  foram atentamente ouvidas pelos alunos que discutiram os áudios e ao final da exposição, como sugestão da artista, puderam imaginar, desenhar e criar as imagens ouvidas. Além de visitar a exposição os alunos puderam ainda conhecer o prédio histórico e a história do Barão de Serro Azul. Visitas como estas fazem parte das atividades do Programa de Comunicação e Cultura do IPC,  que em breve também promoverá uma agenda cultural no próprio Instituto. Aguardem!