terça-feira, 28 de junho de 2016

Convite! Mesa Redonda no Novo IPC - 30/06/16


Você é nosso convidado para uma Mesa Redonda no Novo IPC
Nela, serão abordados temas relacionados com as pessoas com deficiência visual. 
A  educação tradicional e a sociedade tradicional: 
Aspectos do seu esgotamento e as novas demandas para os professores. 
Professor Dr. Paulo Ricardo Ross, da UFPR
Os avanços e os desafios na educação das pessoas com deficiência à luz dos princípios de uma educação inclusiva. Professora Me. Martinha Clarete Dutra, Diretora de Políticas de Educação Especial nos governos Lula e Dilma. O desenvolvimento da personalidade integral e a inclusão social das pessoas com deficiência visual. Professor Me. Enio Rodrigues da Rosa, diretor do IPC

Data e horário: 30/06/2016 (quinta-feira) das 13h30 às 17h30. 
Local: Instituto Paranaense de Cegos (IPC) 
 (End.: Av. Visconde de Guarapuava, 4186 - Batel - Curitiba - PR) 
Garanta sua presença e sua contribuição! 
Incrição gratuita. São apenas 70 vagas. 
Para garantir a sua, ligue para o telefone (41) 3342.6690, opção escola, falar com Carol ou Sirlei. A pedido, será fornecido declaração. C




terça-feira, 14 de junho de 2016

IPC na passagem da "Tocha Olímpica" por Curitiba!!!

A CHAMA OLÍMPICA

O Instituto Paranaense de Cegos (IPC), também estará representado na passagem da "Tocha Olímpica" por Curitiba.
Quem irá conduzir a chama será Diele Fernanda Pedrozo de Morais Santo, professora de Arte da Escola Prof. Osny Macedo Saldanha e coordenadora do Projeto "Ver com as Mãos".
Junto da professora Diele, no dia 14/07, estarão alguns de seus alunos, colegas professores (as) e amigos.
A passagem desse símbolo olímpico representa a preparação para o início dos jogos, organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Por onde passa tem causado grande mobilização e manifestação de apoio de muitas pessoas e organizações. Por certo, em Curitiba e no Estado do Paraná, também não será diferente.
 Trata-se de uma experiência e de uma oportunidade única na vida. Do ponto de vista institucional, para o IPC, sua Escola e seu Projeto "Ver com as Mãos", trata-se de um reconhecimento pelo trabalho realizado.

O IPC sente – se honrado em participar deste evento comemorativo que antecede os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.


Doe sua Nota Fiscal!
Deposite sua nota em nossas urnas!
O IPC está cadastrado no Programa Nota Paraná e pode receber créditos do ICMs.
Qualquer consumidor pode colaborar doando sua nota, basta não informar o CPF na Nota Fiscal e depositá-la em nossa urna ou entregar na secretaria da escola.

www.facebook.com/Instituto-Paranaense-de-Cegos-IPC ou ligue 3342-6690

1. Faça suas compras
2. Não informe seu CPF na nota fiscal
3. Deposite suas notas em nossa urna

O IPC agradece pela sua ajuda!

sexta-feira, 10 de junho de 2016

Perda Inestimável

NATHALIA DE LUZ

 O Instituto Paranaense de Cegos (IPC) perdeu recentemente sua moradora mais ilustre e querida por todos. Nathalia Ribeiro da Cruz nasceu em Antonina no dia 20 de novembro de 1925.

Nathalia deu entrada no IPC em novembro de 1953, com 28 anos. Viveu na instituição por mais de 63 anos, de onde só saiu agora com o seu falecimento.

 Durante o tempo que permaneceu na instituição, aprendeu fazer tricô, crochê, sacolas de nylon e esteiras. Aparentemente, muito pouco pelo longo tempo que ficou no mesmo lugar.

 No entanto, Dona Nathalia, como era conhecida, fez muito mais do que  apenas esteiras e sacolas.

 De acordo com relatos de alguns dos atuais moradores e de outras pessoas, ela foi  uma legítima e verdadeira mãe para crianças, jovens e adultos cegos, que ainda hoje se lembram da forma carinhosa que Dona Nathalia cuidava delas.

 Talvez isso explique porque ela andava sempre acompanhada de uma boneca que cuidava como se fosse a sua própria filha. Como nunca se casou e foi retirada da família relativamente cedo, o IPC sempre foi seu verdadeiro e único lar nesses últimos 63 anos.

 Apesar de viver prisioneira da instituição por mais de meio século, Dona Nathalia era uma mulher alegre, leve e de bem com a vida. Ao contrário de muitas pessoas cegas revoltadas com o mundo, ela não fez da cegueira apenas uma desgraça. Assim como todos nós, por certo, teve lá seus conflitos, traumas, angústias e sofrimentos.

 Com 91 anos, Dona Nathalia desencarnou e finalmente, agora, seu  espírito já pode habitar o mundo de luzes onde é o seu verdadeiro lugar após a morte.

 Tenho certeza que mesmo de onde este espírito iluminado estiver ele estará sempre lançando seus raios de luzes sobre esta instituição, como forma de retribuição pelo que recebeu durante o período que esteve aqui neste planeta de penitências.

 Descanse em paz Dona Nathalia, junto dos seus verdadeiros pares, agora livre para vibrar num espaço de energias verdadeiramente  positivas.

 Curitiba, 10 de junho de 2016.

 Homenagem das pessoas cegas, funcionários e  professores do IPC.