quinta-feira, 7 de julho de 2016

Curso Técnicas de Orientação e Mobilidade

ORIENTAÇÃO E MOBILIDADE : CONHECENDO AS TÉCNICAS

   Nos dias 20 e 21 de junho o Instituto Paranaense de Cegos- IPC e a Biblioteca Pública do Paraná- BBP receberam no auditório da BPP, 124 pessoas que foram procurar conhecimento na área da Orientação e Mobilidade - técnicas de locomoção dependente e independente para pessoas com deficiência visual.
   O curso foi ministrado por Lilian Merege Biglia, professora de Orientação e Mobilidade do IPC.

Prof. Lilian Merege Biglia e aluno em momento expositivo do curso de OM


   O atual diretor do IPC, Professor Enio Rodrigues da Rosa fez a abertura do evento no período da tarde, do dia 20, expondo aspectos do NOVO IPC e ressaltando a importância da independência e autonomia da pessoa com deficiência visual 

Prof. Enio Rodrigues da Rosa sentado, fala ao microfone. Ao fundo uma imagem com a foto da fachada do IPC.


   Diversas cidades se fizeram presentes: São Paulo, Ponta Grossa, Faxinal,  Telêmaco Borba, Pato Branco, Campo Largo, Lapa, Colombo, Pinhais, Piraquara e Araucária.
   Entre as entidades presentes tivemos: UFPR, UTFPR, UNIVERSIDADE POSITIVO, MUSEU OSCAR NIEMAYER APADEVI, CMA, NUARE, CAE, CAES, CADISIPC, BPP.


Plateia do Curso de Orientação e Mobilidade, sentada, atenta ao curso.


    Nincia Marize Ribas Costa, Assistente Social e profissional em Orientação e Mobilidade, formada  pelo Instituto de Reabilitação da Faculdade de Medicina da USP, com 50 anos de trabalho, abriu o evento na terça, dia 21, e brilhantemente expôs seu vasto conhecimento na área e experiências significativas de sua carreira. Recebe aqui nesta foto  uma lembrança da Biblioteca, pela representante da Seção Braille, Cleomira Ferreira de Souza

Nilza Marize Ribas recebendo uma sacola de lembrança.
 Cleomira Ferreira, representante da seção Braille da Biblioteca com a sacola em mãos.


  Destacamos e agradecemos a presença da UNILEHU e seus intérpretes de libras, que foram incansáveis no decorrer do evento

Prof. Lilian ministra palestra. Fala em cima do palco para plateia enquanto a intérprete de libras traduz a palestra.


  Tanto o IPC, como a BPP ficaram muito satisfeitos com o resultado dessa capacitação por dois motivos fundamentais:
* a procura por conhecimento na área da deficiência visual;
* formação de uma lista de pessoas interessadas num curso mais robusto e consistente na área da Orientação e Mobilidade, formando profissionais para atuarem  como professores ou técnicos em Orientação e Mobilidade.
   A lista de interessados foi bastante significativa (45 pessoas) e motivou as entidades organizadoras a promoverem ainda este ano de 2016 um curso de formação em Orientação e Mobilidade, com fundamentação teórica, aulas práticas e estágios na área.

Professora Lilian abraçada com alunas 

   O IPC e a BPP agradecem a todos que fizeram do evento um grande celeiro para novas  capacitações e formações na área da deficiência visual.

“Acreditar na inclusão é fazer parte dela”